E-BOOK “ESPIRITUALIDADES, TRANSDISCIPLINARIDADE E DIÁLOGO VOL. 2”

Neste mês de outubro o Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da Universidade Católica de Pernambuco lançou o segundo livro e-book do nosso Grupo de Pesquisa Transdisciplinaridade e Diálogo. Sob a organização do querido professor Gilbraz Aragão e do estimado colega Mariano Vicente, o livro tem como imagem de capa a pintura “Ameríndia”, da irmã Adélia Carvalho. Tive a oportunidade de escrever um artigo sobre xamanismo no primeiro livro (que se encontra disponível para leitura aqui no site, na aba “publicações”) e neste segundo livro escrevi o capítulo “O sagrado dos artistas: entre o simbólico e o diabólico”. No primeiro texto do capítulo, fui co-autora com Gilbraz Aragão em um artigo sobre a arte de Roberto van der Ploeg. Já no segundo texto do capítulo eu fiz uma crítica como admiradora da obra e da vida da irmã salesiana Adélia Carvalho. Foi uma grande honra participar dos dois volumes deste título que é fonte muito importante para os pesquisadores e apreciadores das Ciências das Religiões.  Abaixo segue o link para leitura da obra:

http://www.unicap.br/observatorio2/wp-content/uploads/2018/08/1-E-book-Espiritualidades-transdisciplinaridade-e-dialogo-2_Observatorio-das-Religioes-no-Recife.pdf

GT 9 – RELIGIÃO, LITERATURA E EDUCAÇÃO

Estou coordenando o Grupo de Trabalho RELIGIÃO, LITERATURA E EDUCAÇÃO no I Congresso Nacional de Educação, Religiões e Artes da Universidade Federal da Paraíba, vamos participar!

Poderão submeter trabalhos: graduandos, graduados, estudantes de pós-graduação e pós-graduados.

O GT será no dia 4 de setembro, na UFPB, das 13:30h às 17:30h. Cada participante terá até 15 min. de apresentação, com mais 5 min. para comentários. Cada Trabalho submetido está limitado a, no máximo, três pessoas, podendo a apresentação ser realizada por qualquer um dos autores, devendo todos estarem inscritos no evento.

Somente o autor que apresentará o trabalho terá direito ao certificado de apresentação.  Não será admitida a apresentação do trabalho por terceiros, mesmo estando inscrito no evento. As inscrições vão até dia 12/08/18. Sejam bem-vindos!

Os trabalhos apresentados podem ser inscritos em artigos para os Anais do congresso, que terão ISSN e serão publicados pela editora da UFPB.

Inscrição no evento pelo site: https://cneraufpb.wixsite.com/cnera/inscricoes

Enviar resumo da proposta de comunicação para o email: gt9cnera@gmail.com 

Qualquer dúvida, se comunique comigo no e-mail: sirenithada@gmail.com

E é claro que você vai aproveitar pra ir à praia maravilhosa de João Pessoa, né!

Praia de Tambaú – João Pessoa

Livro “IAMI OXORONGÁ: TRADIÇÃO E ANCESTRALIDADE”

Em 6 de janeiro de 2018 lancei meu primeiro livro. Finalizei uma década de pesquisas  que me proporcionaram um mestrado e alguns artigos publicados em anais e revistas. A dissertação e os artigos podem ser lidos gratuitamente aqui no site, na aba “PUBLICAÇÕES”. O conteúdo do livro  aborda implicações do culto à Iami  literatura brasileira e na querela política da abolição da escravatura no séc. XIX, temas que não foram trabalhados na dissertação.

Iami Oxorongá é o nome da ancestralidade coletiva e primordial que designa o feminino noturno, selvagem e conceptivo na mitologia e na cosmogonia iorubá. Alguns dos objetivos do livro são o estudo e a investigação dos conhecimentos reais sobre a concepção de Iami, sua venerabilidade e sua influência na prática do culto aos orixás. Bem como seus símbolos, suas celebrações e suas louvações. O tema da ancestralidade feminina de matriz africana envolve uma complexidade de significados históricos que dizem respeito não só ao continente africano e, no caso das Iami, não só à cultura iorubá. Todos os destinos da diáspora dessas populações foram transformados culturalmente através das manifestações e dos ensinamentos exercidos pelas matriarcas que ali se instalaram. compreensão do ressurgimento do culto no começo do século XXI, discorreu-se sobre o devir histórico e as transformações culturais (principalmente literárias, midiáticas e globalizantes) que proporcionaram o recente interesse religioso sobre os significados de Iami. A dissertação do mestrado concentrou-se no culto no âmbito do estado de Pernambuco, nordeste do Brasil; entretanto, este livro aborda o tema de forma ampla ao dar maior ênfase ao brando resgate do culto, não destacando apenas o ambiente pernambucano.

O lançamento foi no Museu da Abolição e teve uma mesa redonda sobre as Mães Feiticeiras com participação do Babalorixá Antônio Guido e da Drª Zuleica Dantas (prefaciante do livro).  Teve também um coquetel  de comidas afro-brasileiras e o lindo show do afoxé Oxum Pandá. Na ocasião, acontecia no Museu a exposição “Novos Objetos: Novas Coleções”, que expõe grande parte do acervo recebido em transferência da Receita Federal entre 2012 e 2017. São 70 obras entre esculturas, máscaras, telas e utensílios, que ocupam três salas do primeiro andar do casarão. Na exposição há máscaras originais usadas no festival Geledé para as Iami na Nigéria. Todas as fotos do lançamento podem ser vistas neste link: https://www.facebook.com/and.caselli/media_set?set=a.10212403718740944.1073741857.1020051749&type=3&pnref=story

Quem quiser adquirir o livro, ele está disponível para venda na Livraria Jaqueira por 30 reais.  Também pode ser comprado comigo, pois é só entrar em contato pelo meu e-mail: sirenithada@gmail.com que combinamos o depósito bancário e o envio do livro pelos correios.

FEITIÇARIA E LITERATURA

Neste natal a Revista Religare publicou um artigo meu intitulado “FEITIÇARIA E RESISTÊNCIA: REPRESENTAÇÕES PAGÃS NO MARAVILHOSO E NO FANTÁSTICO”, no dossiê  sobre feitiçaria e bruxaria. É um estudo sobre  a estreita relação entre o simbolismo sagrado pertencente às crenças e tradições do paganismo ocidental e os aspectos imaginativos contidos na literatura maravilhosa e fantástica, dando ênfase aos contos de fadas. Para acessar o material, clique AQUI.